44ª Comissão Bilateral Permanente EUA – Portugal

No dia 17 de dezembro de 2020, os Estados Unidos e Portugal virtualmente levaram a cabo a sua 44ª Comissão Bilateral Permanente, para discutir a sua colaboração em questões fundamentais. No topo da agenda estavam as prioridades de Portugal para a sua presdiência da UE que se avizinha.

A reunião começou com os Estados Unidos e Portugal a destacar o impacto negativo, a nível global, da COVID-19 e a crescente importância de uma transição digital para a recuperação económica, incluindo o recurso a fornecedores tecnológicos de confiança  ​​para redes 5G e a promoção de uma economia digital transatlântica livre, aberta e inovadora. Para impulsionar cada vez mais o crescimento económico benéfico para ambos, planeiam aprofundar a cooperação nas áreas da ciência, tecnologia, energia, e do meio ambiente.

Ambos sublinharam o seu compromisso comum com a promoção dos direitos humanos em todo o mundo e com o trabalho conjunto em prol da defesa de interesses, e valores fundamentais comuns, especialmente no que se refere à Venezuela, a Moçambique, e à segurança no Atlântico e em África. Também reconheceram a importância da sua colaboração na formação de pessoas no combate ao tráfico humano, com um evento de treino bilateral conjunto a ser ter lugar em janeiro.

As duas partes reiteraram que a sua forte relação transatlântica continua a ser essencial para a segurança e prosperidade de ambos os parceiros e, em outubro de 2020, celebraram a inauguração de uma nova pista de aterragem tática na Base das Lajes, nos Açores. O esforço militar conjunto Portugal-EUA transformou uma pista abandonada num novo local de treino no meio do Atlântico. A pista oferece, aos pilotos de transporte aéreo tático, um treino realista em desafiantes descolagens e aterragens de curta distância. É um dos poucos locais na Europa onde é possivel treinar esta competência.

Além das áreas de segurança e política, o embaixador Glass concentrou-se noutras iniciativas da embaixada, tais como: um Memorando de Entendimento para aumentar intercâmbios entre os dois países; um projeto de reflorestamento, através do qual foram plantadas 16.000 árvores em áreas devastadas por incêndios florestais; e a mais recente viagem do embaixador ao longo da N2 dizendo “não podemos esquecer a importância das ligações entre pessoas. Tal como está expresso na nossa declaração conjunta, a nossa relação assenta nos valores partilhados dos nossos povos. Estas conquistas são  testemunho da força da nosso relação enquanto aliados, parceiros, e amigos.”

Os Estados Unidos e Portugal mantêm-se firmes na sua colaboração bilateral e empenhados no fortalecimento da parceria. No encerramento da sessão, os dois países aprovaram uma declaração conjunta, cujo texto completo pode ser consultado aqui.