Embaixador George E. Glass George E. Glass Op-Ed: Esforços conjuntos e sucessos partilhados da parceria transatlântica

O ano em revista: esforços conjuntos e sucessos partilhados da parceria transatlântica
Embaixador George E. Glass

Este artigo foi publicado em Publico no dia 23 de dezembro de 2019.

O cheiro de castanhas assadas, as luzes que enfeitam a Avenida da Liberdade e jantares acolhedores com família e amigos que nos vêm visitar – tudo isto faz desta a minha época favorita do ano em Portugal. E enquanto desfrutamos da época do Natal e olhamos para o Ano Novo, não quero deixar de expressar a minha mais sincera gratidão ao povo e ao governo português pelo seu compromisso com a nossa parceria transatlântica de longa data.

Nas nossas muitas viagens pelo país fora este ano – de Braga a Barrancos, de Sines a São Miguel – a minha mulher, Mary, e eu vivemos de perto o calor do povo português e o charme inegável do país. E ficámos particularmente orgulhosos de termos cumprido com a nossa promessa de ouvir, identificar áreas de interesse mútuo e agir – trabalhando em estreita colaboração com parceiros portugueses para criar o primeiro programa de cooperação entre parques naturais, neste caso o North Cascades Park nos Estados Unidos e o Parque Nacional da Peneda-Gerês, bem como apoiar os trabalhos de reflorestação e estabelecer a primeira Floresta da Amizade EUA-Portugal no Pinhal de Leiria. A denominação oficial da residência do embaixador, como Casa Carlucci, também representa uma homenagem ao trabalho do antigo embaixador Frank Carlucci, com o ex-primeiro-ministro Mário Soares, na garantia de apoio à nova democracia de Portugal. É este tipo de esforços conjuntos e sucessos partilhados que continuarão a aprofundar a nossa amizade secular.

Trabalhando lado a lado em 2019, não só reforçámos a parceria transatlântica, mas também fortalecemos as nossas respetivas economias, criámos laços importantes entre as nossas comunidades e promovemos os nossos princípios democráticos fundamentais. O nosso trabalho conjunto este ano culminou com a visita do Secretário de Estado Michael Pompeo e as suas produtivas reuniões com o Primeiro Ministro António Costa, o Ministro dos Negócios Estrangeiros Augusto Santos Silva e o Ministro da Defesa Nacional João Cravinho. Juntos, os nossos governos reforçaram a nossa Aliança da NATO na Cimeira de Líderes de Londres e durante a nossa 42ª reunião estratégica semestral. Enquanto membro fundador da NATO, uma força de manutenção da paz em África, e uma voz para a democracia na Venezuela, louvamos os esforços de Portugal para promover um mundo mais livre, mais próspero e mais seguro.

Portugal defende valores democráticos e tem alavancado a sua influência no cenário global. E Washington tem tomado nota, tendo em conta as visitas constantes de altos representantes do governo americano. Todas estas delegações sublinharam os sucessos partilhados da nossa parceria transatlântica: empresas americanas e portuguesas estão a promover a prosperidade e a criar emprego nos dois lados do Atlântico – com as trocas comerciais bilaterais a chegarem a $8 mil milhões em 2018, sendo o maior parceiro comercial fora da UE; Portugal é um aliado de confiança da NATO, trabalhando connosco na Base das Lajes, nos Açores, o que é um símbolo estratégico e duradouro da nossa parceria; e estreita cooperação continua através do nosso recente memorando de entendimento sobre a partilha de bens apreendidos e o nosso diálogo sobre o escrutínio de investimentos. Estes esforços conjuntos trazem também a responsabilidade partilhada de proteger o nosso futuro digital, confiando nas redes 5G que dão prioridade à privacidade e protegem as liberdades consagradas nos quadros de valores americanos e europeus.

Olhando para 2020, vamos continuar a destacar a nossa história e valores partilhados, especialmente com a celebração do 225º aniversário do mais antigo consulado dos EUA em operação contínua, com sede nos Açores, e o 60º aniversário da Comissão Fulbright bilateral. Os americanos vêem Portugal como um dos principais destinos para turismo, inovação, e estudar no estrangeiro, e eu estou entusiasmado por poder receber muitos mais, que venham testemunhar em primeira mão, a capacidade singular de Portugal para investimento e colaboração.

À medida que este ano chega ao fim, juntem-se a mim num brinde com o meu vinho do Porto favorito, aos nossos sucessos partilhados e ao que já levámos a cabo enquanto aliados, parceiros e amigos leais.

Boas Festas e Feliz Ano Novo!